quinta-feira, 17 de abril de 2014

CONTER - EDUCAÇÃO

O CONTER cria Coordenação Nacional de Educação (CONAE) para oferecer especializações e cursos de qualidade em todas as áreas da Radiologia. A diretoria executiva do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) propôs e o 6º Corpo de Conselheiros aprovou, por unanimidade, a criação da Coordenação Nacional de Educação (CONAE), uma seção do Sistema CONTER/CRTRs que vai cuidar diretamente de todos os assuntos da autarquia relacionados à área de ensino, pesquisa e extensão. 
Por meio da CONAE, o Conselho pretende desenvolver uma plataforma de educação para oferecer cursos de especialização e formação continuada, gratuitamente ou com baixo custo, para todos os profissionais inscritos no Sistema CONTER/CRTRs. Com isso, agregar mais qualidade aos currículos dos Técnicos e Tecnólogos em Radiologia, para reposicionar a classe e facilitar o acesso ao mercado de trabalho.
A presidenta do CONTER Valdelice Teodoro enfatiza a importância da medida e acredita que será suficiente para reverter as condições que têm permitido o exercício ilegal da atividade. “Os profissionais das técnicas radiológicas devem combater o exercício ilegal da profissão por meio da formação de qualidade. Vamos legitimar nossos conhecimentos por meio da especialização, da educação continuada e permanente. Amadurecemos o suficiente para isso e, hoje, o Conselho tem condições de oferecer essa plataforma, de forma democrática e acessível. Vamos fazer isso por meio da CONAE que, neste primeiro momento, vai se ocupar de planejar e organizar as ementas de todas as atividades que poderemos oferecer com certificação de qualidade e sem custos para os nossos futuros alunos”, assegura. A resolução que formaliza a criação da CONAE deve ser publicada dentro dos próximos 10 dias úteis. Depois disso, as diretrizes básicas do projeto serão definidas e compartilhadas com a categoria, por meio do site e das redes sociais.

Fonte: Assessoria de imprensa do CONTER em 16/04/2014

quinta-feira, 3 de abril de 2014

SINTAREMA


SINDICATO DOS TÉCNICOS E AUXILIARES EM RADIOLOGIA DO ESTADO DO MARANHÃO
CNPJ n° 06.044.273/0001-14

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – AGE
CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 20014
          
        O Presidente do SINTAREMA no uso das atribuições que lhe conferem o estatuto e a legislação trabalhista em vigor convoca os Profissionais das Técnicas Radiológicas pertencentes à sua base territorial, para uma Assembleia Geral Extraordinária, a realizar-se no dia 12/04/2014, às 09h30 em primeira convocação e às 10:00h em segunda convocação, de acordo com o estatuto da instituição, no Auditório do SINTEMA (Sindicato dos Trabalhadores da Educação do 3º grau do Estado do Maranhão) na Rua Genésio Rego nº 225 – Monte Castelo São Luís–Maranhão, para deliberarem EXCLUSIVAMENTE sobre as seguintes ordens do dia:
1 Apreciação, discussão e deliberação da pauta de reivindicações da categoria para celebrar, Convenção Coletiva de Trabalho, Acordo, para o período de Maio de 2014 à Maio de 2015;
2 Discussão e deliberação para fixar o piso salarial da categoria para  o período acima citado;
3 Criação e Autorização para a COMISSÃO negociar e/ou instaurar Dissídio/Acordo Coletivo de Trabalho com a classe patronal.

Atenciosamente;

Silvio Sousa da Silva

Presidente

REIVINDICAÇÕES DA CLASSE

        Presidenta do CONTER pede que governo regulamente eleições diretas para a executiva nacional e requer alteração do nome da autarquia para Conselho Federal de Ciências Radiológicas.
Em expediente enviado à presidenta da República Dilma Rousseff, o Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) oficializou apoio incondicional a duas importantes reivindicações da categoria, que já foram amplamente discutidas pelo colegiado.
O CONTER pediu ao governo que altere a nomenclatura dos Conselhos Nacional e Regionais de Técnicos em Radiologia para Conselho Federal e Regionais de Ciências Radiológicas. Uma medida simples, suficiente para acabar com o problema semântico que exclui os profissionais de nível superior da autarquia. “A nova nomenclatura vai legitimar nosso quadro profissional. Atualmente, alguns tecnólogos, embora a classe faça parte da categoria, se sentem desprestigiados. Vamos acabar de vez com isso, pois, com um novo nome, ainda que surjam outras profissões na área, não teremos mais problemas como este”, considera a presidenta do CONTER Valdelice Teodoro.
No mesmo ato de ofício, o CONTER pediu à presidenta Dilma Rousseff a alteração do Decreto n.º 92.790/86, para a regulamentação de eleições diretas em todos os níveis dentro da autarquia. Aliás, não foram meras solicitações. Junto com o expediente, foram encaminhadas as respectivas minutas de lei. Além de pedir eleições diretas, a diretoria executiva do CONTER sugeriu a redução dos mandatos de 5 para 4 anos e a limitação de apenas uma reeleição sucessiva. “O posicionamento está feito. Não se trata de um gesto simbólico, vamos batalhar por isso. Mas, para sair do papel, a classe tem que ajudar a pressionar o governo, por e-mail e pelas redes sociais. Ajudem a pauta a matéria que faremos nossa parte, é só o que eu peço”, finaliza a presidenta Valdelice Teodoro.
Fonte: Assessoria de imprensa do CONTER em 12/03/2014.

Acho a atitude louvável, mas esta não será uma manobra PROTELATÓRIA e política já que estamos em um ano de processo eleitoral para à PRESIDÊNCIA da categoria, não seria mais FÁCIL uma REFORMA no estatuto ou regimento interno da instituição, onde as mesmas valeriam para a ELEIÇÃO do futuro (a) presidente do conselho? Com a palavra o CONTER.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Deputado do RS apresenta Requerimento para votar a Lei dos Tecnólogos

CÂMARA DOS DEPUTADOS
Apresentação do Requerimento n. 9541/2014

REQUERIMENTO Nº DE 2013.
(Do Sr. ASSIS MELO e outros)

         Requer a inclusão, na Ordem do Dia do Plenário, do Projeto de Lei nº 2.245/2007, que “regulamenta a profissão de Tecnólogo e dá outras providências”.

Senhor Presidente,
Nos termos do artigo 114, inciso XIV, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, requeiro a Vossa Excelência seja incluída na Ordem do Dia o Projeto de Lei nº 2.245/2007, que “regulamenta a profissão de Tecnólogo e dá outras providências”.

Sala das Sessões, de dezembro de 2013.
Deputado ASSIS MELO PCdoB/RS
Fonte: Agencia Câmara em 18/02/2014

CONTER anulou o processo eleitoral da 17ª Região Ma/PI

O Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) anulou o processo eleitoral deflagrado pelo presidente da Comissão Eleitoral do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 17ª Região (CRTR 17ª Região), por estar em desacordo com o regimento. Dentro em breve, as novas datas do certame serão divulgadas neste mesmo espaço. Quaisquer dúvidas entrem em contato pelo e-mail conter@conter.gov.br

Fonte: Assessoria de imprensa do CONTER em 21/02/2014

sábado, 28 de setembro de 2013

Proposta prevê ELEIÇÃO DIRETA em Conselhos Profissionais

Braga: eleição direta é a forma mais democrática
de composição das entidades profissionais.
A Câmara analisa o Projeto de Lei 5680/13 do deputado Glauber Braga (PSB-RJ), que determina que os integrantes dos conselhos federais e regionais de fiscalização do exercício profissional sejam eleitos pelo voto, direto e secreto, dos trabalhadores inscritos no colegiado. Conforme a proposta, o voto será obrigatório, salvo impossibilidade de comparecimento justificada ou legislação específica da categoria que estabeleça o voto facultativo. Ainda de acordo com o texto, os mandatos iniciados antes da vigência da nova lei deverão ser cumpridos em conformidade com a legislação em vigor à época da posse.
Caberá aos conselhos federais resolver os casos omissos na futura norma. Democratização: Braga argumenta que a eleição direita é a forma mais democrática de composição das entidades profissionais. Ele lembra que muitas das leis de criação dos conselhos, editadas durante o regime militar, preveem a via indireta de escolha, o que vai de encontro ao processo de transparência das instituições ocorrido nas últimas décadas. Segundo o parlamentar, atualmente, os procedimentos predominantes na seleção dos conselheiros são: nos conselhos federais, eleição indireta por delegados eleitorais; nos conselhos regionais, eleição direta pelos profissionais inscritos.
Apenas nove dos vinte e nove conselhos federais, informa Braga, realizam eleições diretas. Já entre os conselhos regionais, somente os de Química promovem unicamente eleição indireta para a definição de seus membros, por meio de delegados provenientes de instituições de ensino e sindicais. Autarquias: Conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), os conselhos profissionais são entidades de natureza autárquica, aos quais competem orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício de profissões, estabelecendo, inclusive, os respectivos códigos de ética. Tramitação: O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 PL - 5680/2013 - A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura da Agencia de Notícias da Câmara.


Comissão de TRABALHO E PREVIDÊNCIA, em  31/07/2013.